quinta-feira, 30 de junho de 2016

Estamos quase...


Tudo o que eu te dou - Somos Portugal (Pedro Abrunhosa)

terça-feira, 28 de junho de 2016

Bolo de atum, azeitonas e queijo quark


 Queridos(as) postiguenses!

Há imenso tempo que me apetecia fazer um bolo salgado. Foi hoje!
Ah! Preciso de comprar uma máquina fotográfica nova, pois a que uso é uma Nikon Coolpix S 3300; um Ferrari! Bem, não vou desdenhar porque já captou momentos únicos e sempre se portou à altura; ultimamente não quer nada comigo. Deve estar farta de levar com vapor… J Aceito recomendações…
Voltando à sugestão que vos deixo, agradou bastante a quem comeu! Uma iguaria para degustar quente ou fria. Podem levá-la para um piquenique, por exemplo…

Espreitem…


Ingredientes (8 pessoas):

3 ovos
2 latas de atum
400 g de queijo quark
12 tomates cherry
165 g de azeitonas descaroçadas às rodelas
12 colheres de sopa de farinha com fermento
1 colher de chá de alho em pó
1 colher de café de pimenta branca
1 colher de sopa de orégãos secos
flor de sal (q.b)

Execução:

Lavar o tomate e cortá-lo ao meio. Reservar.

Num recipiente profundo, colocar os ovos, o queijo, o sal, a pimenta e o alho. Bater até obter uma mistura homogénea.

Seguidamente, reduzir a velocidade da batedeira e incorporar a farinha colher após colher.

Envolver no preparado, o atum escorrido de azeite e as azeitonas; misturar os orégãos.

Verter o preparado numa forma, previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha.

Por fim, dispor o tomate por cima da massa.

Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante cerca de 50 a 60 minutos. 



domingo, 26 de junho de 2016

Bolachas de aveia


Queridos(as) postiguenses!


À semelhança do que vos apresentei aqui, e com o objetivo de continuar a esvaziar a despensa, trago-vos umas bolachinhas de aveia e linhaça. Podem levar para a praia porque são deliciosas… Talvez vos impeçam de deitar o olho à Bola de Berlim… J


Ingredientes (40 unidades):

400 g de aveia
6 colheres de sopa de linhaça marrom
7 colheres de polvilho doce
3 colheres de sopa de açúcar mascavado escuro
5 colheres de sopa de melaço de cana
150 ml de leite
3 ovos
2 colheres de chá de essência de baunilha
raspa de uma laranja

Execução:

Juntar todos os ingredientes secos num recipiente fundo.

Adicionar a raspa da laranja, os ovos, o melaço e o leite.

Amassar tudo muito bem.

Num tabuleiro de forno, forrado com papel vegetal, dispor colheradas do preparado, espaçadamente.

Seguidamente, achatar as bolinhas com o auxílio de uma espátula (ou colher de sopa).

Levar ao forno, pré-aquecido a 200ºC, cerca de 10 a 12 minutos.


sábado, 25 de junho de 2016

Videos - Sanjoaninas 2016



Sanjoaninas 2016

As Sanjoaninas 2016 com a temática “Uma Capital no Coração do Atlântico” estão a chegar ao fim… Deixo-vos com algumas imagens captadas durante o evento.


São João

Carros alegóricos










Algumas marchas








quinta-feira, 23 de junho de 2016

Bolo de queijo com sementes de linhaça marrom


Cucu!

A iguaria de hoje sabe a queijo na verdadeira aceção da palavra. Queijo da ilha de São Jorge. Acho que exagerei um pouco no queijo. Se pretenderem um bolo menos amanteigado “cortem” no queijo. Se forem amantes de queijo, ficarão satisfeitos como está. J

Fica a sugestão…

Ingrediendes (12):

6 ovos
3 copos de polvilho doce
1 copo de água
1/4 de copo de azeite
400 g de queijo ralado (usei de São Jorge)
5 colheres de sopa de sementes de linhaça marrom
flor de sal (q.b)

Execução:

Colocar o polvilho num recipiente fundo e reservar.

Numa panela ferver a água, o azeite e o sal.

Seguidamente, com o auxílio de uma colher de pau escaldar o polvilho com a mistura.

Deixar arrefecer um pouco até conseguir mexer com as mãos sem se queimar.

Adicionar os ovos um a um e amassar muito bem. Incorporar o queijo e a linhaça; amassar mais um pouco.

Verter o preparado num tabuleiro de forno, forrado com papel vegetal e untado com azeite.

Levar ao forno pré-aquecido a 200º C, cerca de 45 minutos.

Cortar aos quadradinhos e servir… 

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Salada de quinoa com fruta e frutos secos


Queridos(as) postiguenses!

O meu almoço hoje foi vegetariano. Coisa rara! Fiz uma salada de quinoa com uns restos que me sobraram de outra refeição. A forma como confecionei a quinoa encontra-se aqui… Eu não adicionei qualquer tempero à salada mas acho que ficaria muito bem com um molho de iogurte. Mas também se come muito bem assim, até porque a quinoa estava condimentada.

Fica a sugestão…

Ingredientes (1 pessoa):

4 colheres de sopa de quinoa cozida fria
1 kiwi
1 nectarina
1 mão cheia de sultanas
1 mão cheia de nozes (em pequenos pedaços)

Execução:

Lavar e cortar a nectarina em quadradinhos.

Descascar o kiwi e cortá-lo da mesma forma.

Num prato colocar a quinoa, juntar os frutos secos e a fruta.

Envolver tudo e pronto!

terça-feira, 21 de junho de 2016

Crepes de aveia com abacate, atum e delícias do mar


Queridos(as) postiguenses!

Como já referi o objetivo, atualmente, passa por esvaziar a despensa e o congelador. Abacate há quase sempre! 
A refeição que vos sugiro é bem leve, saudável e deliciosa para os dias que se avizinham quentes; desejamos nós! Podem acompanhar com uma salada à vossa escolha.


Fica a sugestão…


Ingredientes (2 pessoas):

Crepes

1 caneca (200 ml) de farelo de aveia
3 colheres de sopa de sementes de linhaça marrom
3 ovos
1 colher de sopa de açafrão em pó
1 colher de chá de noz moscada
flor de sal (q.b)
1 colher de sopa de azeite
250 ml de leite magro

Recheio 

sumo de 1 limão
1 lata de atum (escorrida de azeite)
7 tiras de delícias do mar

 Execução:

Cortar as delícias do mar em bocados finos e reservar.

Com a ajuda de uma colher retirar a polpa  do abacate e colocá-la num robot de cozinha juntamente com o sumo de limão. Reduzir a puré. Envolver o atum e reservar.

Juntar todos os ingredientes secos.

Num recipiente colocar os ovos, o azeite e o leite. Bater muito bem.

Incorporar pouco a pouco os ingredientes secos na mistura líquida.

Seguidamente, dispor uma concha de sopa do preparado, numa frigideira antiaderente (20 cm) quente e untada com azeite (com o auxílio de um papel de cozinha).

Deixar fritar em lume brando, até o crepe ficar sequinho (para não ter que o virar).

Colocar o crepe num prato, barrar com a pasta, por cima dispor delícias do mar e cobrir com outro crepe. Repetir o processo até acabar a massa e a pasta.

Nota: Rendeu 3 crepes (20 cm de diâmetro). 

Sanjoaninas


Desfile Taurino, Sanjoaninas 2016

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Medalhões de pescada com abacate em massa filo



Cucu!

Hoje vou mostrar-vos a minha primeira experiência com massa filo, que ocorreu durante o fim de semana. Pelas fotos podem verificar que os meus embrulhos não estão nada perfeitos… Pois é! Quando comecei a desenrolar as folhas da massa achei que deveria ter tirado um curso antes de enveredar por tal iguaria. Mas lembrei-me que tinha congelado a massa… Adquiri-a em promoção e não sabia muito bem o que fazer; decidi congelá-la e, talvez tenha sido por essa razão que não conseguia separar as ditas folhas. Será?

Aqui fica a experiência…



Ingredientes (4 pessoas):

4 folhas de massa filo
4 medalhões de pescada do cabo
1 colher de chá de mostarda em pó
raspa e sumo de um limão
1 abacate
flor de sal (q.b)
pimenta branca (q.b)
1 fio de azeite 

Execução:

Uma hora antes da confeção temperar os medalhões com a flor de sal, a mostarda, a pimenta branca e a raspa de limão. Juntar uma haste de salsa e deixar repousar.

Desenrolar as folhas da massa filo, no centro de cada uma colocar um medalhão, duas ou três meias luas de abacate por cima, regar com sumo de limão e um fiozinho de azeite, embrulhar e dispor num tabuleiro de forno. 

Proceder da mesma forma com o restante peixe.

Levar ao forno pré-aquecido a 210ºC 5 minutos, posteriormente reduzir a temperatura para 170ºC e deixe cozinhar 20 minutos.

Retirar do forno e servir!

Notas: O fio de azeite que coloquei por cima dos embrulhos; creio não ser necessário.
Relativamente ao abacate, gostei… Mas prefiro comê-lo cru.

domingo, 19 de junho de 2016

Risoto de legumes (sem queijo)


Queridos(as) postiguenses!

Desejo que estejam a passar um domingo esplêndido…
Os risotos e o arroz são frequentes cá por casa, como sabem! Porém, a minha estadia por aqui acaba dentro de um mês… Tenho que ir esvaziando a despensa. Ora bem, olhei para o pacote de risoto quase cheio e nem hesitei. Eu sou suspeita para dizer que ficou ótimo, sou a cozinheira e mal pareceria não apreciar a minha comida. Aliás, quando isso acontece não publico ou dou-vos o meu sincero parecer. Contudo, acreditem que tenho uma voz muito crítica e sensata cá em casa, apesar de petiza. Ela classificou o almoço de hoje como excelente! 

Fica a sugestão…

Ingredientes (4 pessoas):

1 caneca (200 ml) de arroz para risoto
3 tomates médios maduros
3 canecas de água fervente
1 cenoura grande
½ couve branca (pequena)
1 cebola pequena
2 dentes de alho
1 haste de salsa
1 fio de azeite
100 ml de natas de soja
flor de sal (q.b)

Execução:

Pelar, libertar de sementes e cortar em pequenos cubos, o tomate. Ralar a cenoura; lavar e cortar a couve em juliana. Reservar.

Num tacho, colocar um fio de azeite, a cebola, o alho picado e a salsa. Quando a cebola estiver translúcida, juntar o tomate e deixar refogar até que este comece a desfazer-se.

Adicionar o arroz e envolvê-lo no refogado. Verter a água fervente, juntar a couve e deixar cozinhar cerca de 8 minutos, mexendo de vez enquanto.

Seguidamente, juntar a flor de sal, a cenoura, as natas e deixar cozinhar em lume brando mais 5 minutos.

Apagar o lume e deixar repousar 3 minutos antes de servir. Remexendo o risoto uma ou duas vezes.


 Pronto a servir!  J


sábado, 18 de junho de 2016

Hoje seremos mais fortes?

Vocês já sabem que eu e a petiza somos fãs da Marisa. Acredito que hoje seremos mais fortes… J


Amor Electro “Juntos Somos Mais Fortes

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Salada fria com legumes assados e queijo fresco


Queridos(as) postiguenses!


Quero apenas cinco coisas...
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando.
Pablo Neruda

Muito nos queixávamos há uns tempos atrás porque não tínhamos primavera. A primavera está quase a despedir-se mas o verão parece ter chegado… 
Hoje deixo-vos com um poema que contrapõe todas as nossas lamentações sobre o mau tempo e uma salada fria, finalmente!

Não terá o Pablo Neruda razão? J

Ingredientes (3pessoas):

20 tomates cherry
4 curgetinhas
3 tiras finas de abóbora
2 batatas doces médias 
4 queijinhos frescos light (62,5 g cada)
3 colheres de sopa de leite magro
4 folhas de hortelã
orégãos (a gosto)
azeite (q.b)
flor de sal (q.b)
zesto de um limão
azeitonas recheadas com pasta de anchovas (a gosto e facultativo)

Execução:

Lavar as curgetinhas e os tomates. Retirar as pontas e cortar as curgetinhas no sentido longitudinal em três tiras. Descascar as tiras de abóbora. Lavar muito bem as batatas e secá-las com papel de cozinha. Reservar.

Num tabuleiro dispor todos os legumes, exceto a batata. Salpicar os legumes com flor de sal e com orégãos e regar com um fio de azeite.

Forrar com papel de alumínio a base do forno.

Levar o tabuleiro ao forno pré-aquecido a 210º C, cerca de 35 a 40 minutos. 

Simultaneamente, por cima do papel de alumínio, colocar as batatas a assar com pele.

Deixar amornar os legumes. Tirar a pele das batatas e cortá-las às rodelas.

Entretanto, num robot de cozinha colocar os queijinhos frescos, o limão, as folhas de hortelã e o leite. Reduzir os ingredientes a creme. Retificar temperos se necessário.

Numa saladeira colocar todos os legumes em camadas. Cobrir com o creme de queijo e decorar com azeitonas.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...