terça-feira, 29 de setembro de 2015

Até onde posso ir?



Questão muito pertinente…

ALCOOLÉMIA - ATÉ ONDE POSSO IR

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Broas de mel


     Ultimamente, o tempo para cozinhar (fazer bolos que eu tanto gosto) tem escasseado… Deixo-vos uma das primeiras receitas que postei no blogue, broas de mel. Gosto muito! Façam-nas, prometo que não se arrependerão. Aqui fica a sugestão…



sábado, 26 de setembro de 2015

Tiramisú para todos


     Tiramisú… Adoro e o meu filho também. A minha filha diz “Mamã, isto é mesmo bom!” O meu marido gosta de tudo o que seja doce.
     Quando estava fora, o meu filho fez-me um pedido que não podia recusar. Queria Tiramisú quando regressasse! A receita que costumo confecionar adquiri-a, num pacote de Palitos De La Reine da marca ”é” do Continente, apenas fiz alguns ajustes…

Eis a receita original:


Ingredientes:

350g de Palitos De La Reine
500g de queijo Mascarpone
3 ovos
5 colheres de sopa de açúcar
½ litro de café forte
Nesquik q.b.

Execução:

Bater as gemas juntamente com o queijo e adicionar, gradualmente, o açúcar até obter um creme homogéneo.

Bater as claras em castelo e envolvê-las no preparado anterior.

Embeber os palitos no café morno e, dispô-los numa travessa retangular.

Por cima, colocar uma camada de creme e polvilhá-lo com Nesquik.

Repetir o processo, sendo que a última camada deve ser de creme, coberto de Nesquik.

Reservar no frigorífico pelo menos duas horas antes de servir.

Fácil e maravilhoso!








Nota: O meu Tiramisú fica com um sabor intenso a café, utilizo a máquina. Para os que não gostam muito de café, aconselho a utilização de café solúvel.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Abacate com atum e Yogonese


      Os últimos dias têm sido alucinantes… Achei que merecíamos uma entrada para o jantar. Gostamos de abacate, gostamos de atum e gostamos de Yogonese da Calvé. A Yogonese é feita à base de iogurte.
   Veio parar às minhas mãos porque há dias em que vamos às compras e nem reparamos, devidamente, naquilo que queremos adquirir. Pronto! Sou assim… Pretendia comprar maionese magra e comprei Yogonese. Fiquei fã!
     Relativamente ao abacate encontram, aqui, os seus benefícios salutares.

Ingredientes (2 pessoas):

1 abacate maduro
1 lata de atum em azeite
2 colheres de sopa de Yogonese (Calvé)

Execução:

Lavar o abacate e secá-lo com papel de cozinha.

Cortá-lo ao meio e retirar o caroço.

Com a ajuda de uma colher de chá, retirar a polpa sem danificar a pele.

Com um garfo esmagar a polpa, adicionar o atum escorrido e duas colheres de sopa de Yogonese.

Misturar tudo muito bem e rechear a pele com o preparado.

Pronto a degustar com umas tostinhas “integrais”!


Extremamente importante… Espero que gostem do meu novo pratinho!

Only An Ocean Away


Estou sob o efeito anestésico de um cansaço acumulado; urge relaxar…

Only An Ocean Away - Sarah Brightman

domingo, 20 de setembro de 2015

Bolo de outono

      
      Com o outono a bater à porta e enquanto aguardo pelo meu “pássaro voador”, passeei pelo meu blogue e, esta, foi a receita que inaugurou o meu postigo; que se manteve sem cheiro, aroma e sabor durante um longo tempo… Fiquem sabendo que conheci pessoas fantásticas no decurso deste período em que cuidei, frequentemente, do meu cantinho. Por conseguinte, o ritmo irá ficar em lume brando, por motivos profissionais. Contudo, prometo surpreender-vos sempre que possa… Até a qualquer momento! Beijinhos J



sábado, 19 de setembro de 2015

Salame de framboesa




Deixo-vos, aqui, uma das minhas versões de salame preferidas! Um doce fim de semana para todos os que, espreitam pelo meu postigo. J

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

The Best Ballads Of Phil Collins

Música do meu tempo!


Phil Collins - In The Air Tonight


The Best Ballads Of Phil Collins

Bacalhau crocante com puré de legumes aromatizado com tangerina


Bacalhau! Um português que se preze não dispensa um bom bacalhau. Verdade? Encontrarão esta minha maravilhosa receita aqui! Regalem-se…

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Karma Chameleon

Na época era muita irreverência…             

Culture Club - Karma Chameleon

Bolo de café


Sugestão para o lanche: fácil, rápido e delicioso. Clique na fatia de bolo... Recomendo! J

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Bolo de mel na Yämmi


    Ontem, resolvi colocar, novamente, a minha Yämmi em ação. Eu adoro fazer bolos e, achava que a máquina não o faria melhor do que eu (manias). Mas aviso já, que deturpei a receita e saltei algumas etapas indicadas no Livro de Receitas Yämmi, página 204. Assim sendo, o meu bolo foi confecionado da seguinte forma:

Ingredientes:

270g de açúcar
300g de farinha (Nacional para bolos altos e fofos)
5 ovos
120ml de azeite
250g de mel
150ml de leite
1 colher de chá de canela
Raspa de 2 laranjas
1 pitada de sal

Execução:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Separar as gemas das claras e batê-las em castelo com uma pitada de sal, num recipiente de vidro. Reservar.

No copo limpo e seco monte o misturador, coloque o açúcar, a raspa das laranjas, as gemas, o azeite, o mel, a farinha, o leite e a canela.

Programe 1 minuto na velocidade 4.

Acrescentar o preparado às claras em castelo, envolvendo delicadamente.

Verter a massa numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha. Levar ao forno durante 50 minutos (na receita original recomendam 30 minutos). Fazer o teste do esparguete!




O bolo ficou delicioso e muito fofo. Admito ficou bem mais saboroso do que este, mas bem mais pequeno. J


A minha alegre casinha

     O nosso príncipe mais novo chega amanhã, se Deus quiser... Após uma longa ausência de três meses… Por conseguinte, estamos mais animadas (mãe e filha); assim, quebramos os últimos dias que têm sido angustiantes. Fizemos um bolo que vos mostrarei amanhã… Por enquanto, deixo-vos com um sabor musical que é de todos nós, e, será das gerações vindouras. Até a petiza já gosta dos “Xutos&Contapés”.

Xutos & Pontapés - A minha casinha

Bolo de chocolate com bagas goji

 Bolo de chocolate com bagas goji

Fiz este bolo já há algum tempo… Espreitem! Ficou bem "parecido" e saboroso.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Ouragan

Hoje sinto-me “comme un ouragan”!

Lembram-se da princesa Stephanie cantarolar?

Ouragan par Stephanie de Monaco

Risoto de frango no forno


     A sugestão que vos trago hoje, não é novidade nenhuma, cada um(a) de nós tem a sua versão... Porém, é um prato que requer algum tempo na cozinha; o que vos permite, por exemplo, concomitantemente, fazer uma panela de sopa de feijão-verde.

     Confeciono, frequentemente, este prato; como já tinha referido aqui, consumimos frango caseiro. Contudo, nunca tinha feito com arroz para risoto. Pois bem, foi uma bela aposta porque o prato ficou mais cremoso. Pensei adicionar leite de coco para o tornar ainda mais cremoso… Mas resolvi não aumentar as calorias!

Aqui fica uma das minhas versões…



Ingredientes (6 pessoas):

1 frango
2 canecas de arroz para risoto (capacidade da caneca, 200ml)
2 cenouras
1 cebola e 1/2
3 linguiças (usei Fumadinho do Lidl)
2 folhas de louro
1 haste de alecrim
1 haste de poejo
1 caldo de galinha Knorr
3 dentes de alho (esmagados)
1 fio de azeite
sal (quanto baste)


Execução:

Na panela de pressão colocar o frango, uma linguiça, as cenouras, meia cebola, o louro, o alecrim, o poejo e o caldo de galinha. Encher a panela com água até tapar o frango. Adicionar o sal e levar a panela ao lume. Após ebulição, contar 40 a 45 minutos para o frango ficar bem cozido, tornando-o mais fácil de desfiar.

Quando o frango estiver cozinhado, libertá-lo das peles, ossos e gorduras. Desfiá-lo e reservar.

Coar a água da cozedura e vertê-la num tacho para fazer o risoto. Para uma medida de risoto, 3 medidas e meia de água.

Até que o risoto coze; numa frigideira, fazer um refogado com o azeite, a cebola bem picada, os alhos esmagados e a folha de louro.

Quando a cebola estiver translúcida, juntar o frango desfiado, a linguiça cozida e as cenouras. Envolver tudo muito bem e deixar apurar cerca de cinco minutos. Juntar um pouco de água da cozedura do frango e retificar os temperos, se necessário.

Cobrir o fundo de um pirex com o preparado de frango, e, por cima colocar o risoto.

Cortar a restante linguiça às rodelas e dispo-la por cima do risoto. Levar ao forno pré-aquecido a 210ºC, até a linguiça ficar tostadinha. 

Pronto a servir! Acompanhei com uma salada de alface.




Nota: Não se esqueçam de retirar as ervas aromáticas antes de fazer a montagem do vosso risoto e não o deixem demasiado tempo, no forno, para que não fique ressequido.

sábado, 12 de setembro de 2015

Doce de tomate na Yämmi


     A Yämmi, cá de casa, soprará duas velinhas em dezembro. Foi prenda de aniversário do meu marido. Confesso que pouco uso se lhe tem dado. Aliás, até já é apelidada de máquina de fazer puré. De facto, praticamente só se utiliza para confecionar o puré.
     Hoje, decidi dar-lhe outra utilidade, fazer doce de tomate. Trouxe tomate muito maduro, da minha sogra, que ela guarda para o efeito. Na quinta-feira fizemos o doce da forma tradicional que é bastante mais morosa e claro, mais saborosa! 
    Porém, resolvi experimentar a receita da Yämmi e, também, para lhe atribuir tarefas diferentes das habituais. 
     Os meus leitores sabem que eu tenho muita dificuldade em seguir uma receita na íntegra e aqui não foi diferente. A receita podem encontrá-la no “Livro de Receitas Yämmi”, página 245. Achei que teria capacidade para "aguentar" 700g de tomate. Para a próxima, levará 1kg. :-)

Aqui fica a minha versão... Gostei do sabor a limão!


Ingredientes:

700g de tomate
300g de açúcar
1 pau de canela
zesto de um limão

Execução:

Retirar a pele e as sementes do tomate e secá-lo muito bem em papel absorvente (rolo de cozinha).

Colocar todos os ingredientes no copo e programar 35 minutos na velocidade 1 a 100ºC.

Retirar o copo de medição e colocar o cesto por cima, para evitar salpicos.




Dica: Para se tornar mais fácil retirar a pele do tomate, escaldá-la alguns segundos em água a ferver. Não foi necessário devido ao tomate estar bem maduro.

I Believe I Can Fly

R. Kelly - I Believe I Can Fly

Papas de carolo - Sobremesa regional


 Papas de carolo

Ousem… Sobremesa deliciosa! Mais palavras para quê? Clique na imagem e terá acesso a esta maravilhosa receita…

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Para os braços de minha mãe - Pedro Abrunhosa e Camané

Hoje sinto-me assim…


Bolo para o fim de semana

 Bolo marmoreado

Quando me apetece fazer um bolo, basta questionar a “gente” de casa. A escolha recai sempre sobre este delicioso bolo. Basta clicarem na imagem para acederem à receita…


quinta-feira, 10 de setembro de 2015

En Attendant Ses Pas - Céline Dion




Obviamente que o Nuno Markl, não visita o meu blogue… Por conseguinte, não corro o risco de apanhar um grande gozo. Ele detesta Céline Dion, já eu… gosto muito! E Gosto de ouvi-la em dias de neura e hoje é um deles, ela apazigua-me o meu alter ego!

Salada de couscous com lúcia-lima e frango


Eu gosto de couscous, consumo couscous há imensos anos.

Em França, esta sêmola fazia parte da gastronomia, embora seja um prato árabe. Atualmente, confecionamo-lo com aromas e sabores diversificados, variando de país para país, de inspiração para inspiração...

Ontem, não sabia o que fazer para o jantar. Lá vou eu a caminho da cozinha, a coçar com o indicador na sobrancelha… 


Tinha resto de peito de frango cozido congelado, isto porque felizmente, por enquanto, ainda consumimos frango caseiro e, como costumam ser grandes, nem sempre os utilizo na íntegra.


Assim brotou a ideia desta salada deveras nutritiva.

Ingredientes (4 pessoas):

1 caneca (200g) de couscous
170g de peito de frango cozido frio
1 cenoura grande
100g de amêndoa palitada
100g de sultanas
7 folhas de lúcia-lima
flor de sal (a gosto)
1 fio de azeite                                  
1 fio de vinagre(facultativo)


Execução:

Fazer uma infusão com as folhas de lúcia-lima.

Num tachinho antiaderente torrar as amêndoas, remexendo continuamente para não queimarem.

Dispor o couscous num pirex, com a flor de sal. Regá-lo com duas canecas da infusão a ferver. Tapá-lo com película aderente e reservar durante cinco minutos.

Desfiar o frango e ralar a cenoura.

Após o tempo indicado, separar o couscous com o auxílio de um garfo.

Juntar as sultanas, a amêndoa torrada, o frango e a cenoura ralada. Temperar com azeite e vinagre, envolver todos os ingredientes, retificar temperos se necessário e está pronto!




Adorei, o crocante da amêndoa torrada, no meio daquela mistura.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Feiticeira - Luís Represas

 Florbela Espanca

Florbela Espanca foi uma poetisa que sempre me fascinou. Pela obra, pela vida, pela irreverência, pela força da mulher sagitariana, que nem sempre é controlável… 

A loucura não a deixou viver para além das suas 36 primaveras… Uma perda muito precoce para a nossa Literatura. Contudo, deixo-vos um dos seus lindos poemas musicado pelo Luís Represas.


Peito de frango grelhado aromatizado com laranja e gengibre


Tão saudável e tão saboroso… Gosto muito!

Ingredientes (4 pessoas):

3 peitos de frango abertos
flor de sal (quanto baste)
zesto de uma laranja
1 colher de café de gengibre em pó

Execução:

Num recipiente colocar a carne e envolvê-la com os temperos. Deixar repousar uma hora.

Dispor a carne num grelhador, previamente, aquecido. Deixar grelhar a carne sem a deixar secar para que fique sumarenta, suculenta.


Acompanhar com legumes cozidos, por exemplo: bróculos, cenoura, batata cozida e um bom azeite.



Muito fácil, rápido e delicioso!

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Mise au point - Jakie Quartz

Esta música transporta-me para a minha adolescência feliz, vivida noutro país, com outros sabores e outros aromas…"Recordar é viver” mas onde andará parte da gente, amiga, que me fazia rir, chorar, aprender… As cúmplices apesar de distantes, estão sempre presentes de uma forma ou de outra.

Pior, esta música recorda-me uma “professora” que me fez detestar a matemática para todo o sempre (porque era boa aluna, até me cruzar com ela numa sala de aula)! Não vos devia confessar isto mas… Imaginem o quão um professor é determinante na vida das nossas crianças.

Lembro-me que houve uma altura em que trauteava, mentalmente, esta canção e pouco ouvia das suas aulas. As minhas desculpas, professora! Arrependo-me amargamente... Verdade!


Mise au point ; Jackie Quartz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...